O nosso Campo de Energia e como podemos senti-lo.

Texto traduzido e adaptado por Eliana Rocca de Huffington Post.

Os cientistas frequentemente buscam evidências para os fatos que todos nós já conhecemos e sabemos que são reais, mas muitas vezes não conseguimos provar. Todos sabemos da existência, ou sentimos um campo eletromagnético em volta de nosso corpo e percebemos como esta energia é afetada constantemente pelo meio em que vivemos. Como os cientistas colocaram nesta matéria, uma função deste campo é nos proteger, protegendo nosso “espaço pessoal”. Ao se tornar consciente deste campo de força, existiria algo que você pudesse fazer para fortalecê-lo e conhecê-lo melhor? Segundo a matéria, você pode reproduzir esse experimento em casa. E você também pode experimentar se concentrar no espaço entre as mãos, quando aproxima uma da outra (em formato de oração) mas sem tocá-las, para sentir o seu campo magnético. Ao tentar separar e aproximar as mãos lentamente, você irá sentir seu campo de energia. Em estados de meditação, por exemplo, você pode medir seu campo magnético por até bem mais de 30 centímetros de distância.

Nosso espaço pessoal nos torna conscientes do mundo ao nosso redor e é ele, por exemplo, que nos faz desviar quando alguém joga algo em nossa direção. E agora, os cientistas descobriram uma maneira de nos ajudar a sentir este campo.

Continuar lendo O nosso Campo de Energia e como podemos senti-lo.

TODAS AS LEIS DA CIÊNCIA SERÃO REESCRITAS NOS PRÓXIMOS ANOS

03 de fevereiro de 2016 por MICHAEL FORRESTER

Traduzido e adaptado por Eliana Rocca para Terapeutas Quânticos

A ciência possui uma compreensão muito ingênua de nós mesmos e de nosso universo. Ela só consegue descobrir correlações, mas não causalidade. Ela não possui um conceito para medições quânticas. Ela não possui ferramentas para medir os campos quânticos. Uma vez que tudo no universo acontece em nível quântico, a ciência como a conhecemos, só é capaz de desmembrar conceitos originários do funcionamento de certos relacionamentos em um nível rudimentar, mas não a razão dessas relações existirem.

A Ciência e as suas conclusões são unidimensionais e aí reside a sua maior limitação e ignorância, e portanto, nunca irá substituir o que os seres humanos já sabem sobre si mesmos. A ciência ainda está muito longe do funcionamento real do corpo humano, tão distante de qualquer coisa relativa à compreensão de nós mesmos e de nosso universo, simplesmente porque ela não é capaz de avaliar as forças subatômicas que orientam toda a matéria.

Leia mais

Ciência explica porque reclamar altera negativamente o cérebro

Este é um artigo que traz informações científicas de como o cérebro pode ser reprogramado a partir da Consciência. A ciência ainda não é capaz de explicar o que gera um pensamento compulsivo ou o que dispara na vida de alguém determinadas obsessões. Na visão holística, podemos observar diversos fatores causadores de pensamentos e emoções negativas, como a memória celular, histórico encarnacional, implantes e chips e tantos outros fatores que normalmente agem em conjunto, fazendo com que o indivíduo repita sempre os mesmos erros. Independente de quantas encarnações ele já tenha vivido, o aprendizado não se sobrepõe ao apego a velhos padrões, o que acaba impedindo o ser humano de ascensionar e retornar à sua Fonte, mantendo-o preso à velha Roda de Samsara.

Leia também:

Curso MÉTODO OMROM I COM MARCELO SOUZA, DIAS 19 e 20 DE AGOSTO – Conheça e reconheça seu próprio poder como cocriador de sua realidade.

⇒ O PODER DO PENSAMENTO X ENERGIA ALHEIA – COMO LIDAR COM ELA?

Leia mais

Magia x Ciência: o corpo pode se curar sozinho?

A gente vive num mundo tão departamentalizado, tão segmentado, tão irritantemente classificado, que com frequência temos dificuldade em escolher o melhor caminho, principalmente quando falamos em buscar terapias e tratamentos de saúde.

Além dos palpiteiros de plantão, existe a máfia médica e a indústria farmacêutica que vê o doente como “freguês” e quer que ele continue assim até o fim dos seus dias. E que vão utilizar todos os meios para garantir que você seja curado, só o suficiente para ficar dependente do sistema médico.

Leia mais

De onde vem o sentimento de separação?

Você já se fez essa pergunta?

A explicação que Nassim Haramin apresenta no video abaixo é simples e brilhante, já que não experimentamos o espaço entre as coisas. Perdemos a capacidade de perceber e (pior) interagir conscientemente com o que é comumente chamado de “energia”, já que todo o espaço está repleto de campos energéticos e matéria sutil.

Portanto, todo processo de despertar consciencial e conexão com o mundo espiritual vem do princípio de que todos estamos conectados. Todos e tudo.

Leia mais

A ILUSÃO DE BEM ESTAR E SEUS GRAVES RISCOS À SAÚDE.

Quando a “cura” se torna o próprio mal.

Um artigo interessante, que serve como um sério alerta aos que usam e abusam dos benzodiazepínicos, como o Rivotril, acreditando que seus médicos estão certos na prescrição:

Usar benzodiazepínicos, como o Rivotril, por mais de três meses aumenta risco de demência

Leia mais