MATRIZ DE CONTROLE: UMA REFLEXÃO…

Pense e responda antes de ler: Você acha que já está fora da Matriz de Controle?

O termo Matriz ou Matrix de Controle surgiu com o lançamento do filme Matrix em 1999 e ganhou o mundo rapidamente através de esotéricos e teóricos da conspiração, utilizado para explicar os programas de manipulação e condicionamento impostos pelos poderes atuantes, que escravizam a humanidade na busca pelo Poder.

Com o tempo surgiu outro termo que é o Despertar Consciencial, que seria o processo pelo qual os indivíduos que estão atentos a essas manipulações, passam a questionar o status quo e a mudar seus hábitos e padrões de consumo, principalmente. E através da mudança de padrões externos, acabam buscando um estilo de vida mais harmônico e pacífico, normalmente adotando práticas espirituais independentes de dogmas ou doutrinas.

No filme Matrix, uma das cenas mais importantes onde Morpheus oferece a Neo as duas pílulas: a azul da ilusão e a vermelha da verdade, fez com que boa parte da sociedade começasse a olhar mais atentamente às formas de manipulação das massas e a fazer escolhas conscientes exigindo mais informação e regulação dos organismos que detêm o Poder. Muitos de nós começaram a olhar as teorias da conspiração com outros olhos e a questionar as verdades absolutas até então.

Mas pouco se fala das cenas iniciais do filme, onde Neo tem sonhos, percepções e uma tremenda sensação de não pertencimento antes de ser contatado pela Trinity. A grande maioria da humanidade ainda está vivendo esta fase e muitos infelizmente não terão a oportunidade de escolher entre a pílula azul ou a vermelha. Ou simplesmente vão se manter bem longe desse desafio, seja por comodismo, medo ou ignorância.

Boa parte dos conflitos internos que se refletem nos relacionamentos e na saúde, principalmente, tem origem nesta sensação de não pertencimento ou inadequação aos padrões impostos. É redundante dizer o quanto a sociedade está dividida entre “ser” e “ter” e hoje acrescentaria outras variáveis: “parecer ser” e “parecer ter”. E o conflito surge quando você se depara com os desafios e com os aprendizados que sua alma te impõe, para que você busque seus talentos e seu propósito. E aí vêm as dúvidas e os medos. Qual o melhor caminho? Em quem confiar? E muitas vezes para viver seu propósito você terá que abrir mão de uma série de ilusões, coisas, relacionamentos e convicções, que fazem parte da tal Matriz de Controle.

E muitos, movidos pela ansiedade por descobrir o seu propósito de vida, para terem seus problemas resolvidos ou para se sentirem especiais ou acolhidos por aqueles que se dizem os “escolhidos”, acabam aceitando a primeira pílula que aparece. E é neste momento que acontecem os primeiros tombos. Acreditamos que estamos deixando a matriz de controle para entrar num mundo mágico e perfeito oferecido por aqueles que vieram do outro lado (em teoria, claro) e dizem conhecer a saída.

Sair da Matriz de Controle não é se isolar ou achar que é melhor do que alguém, só porque você colabora com causas nobres, por exemplo, e o resto do mundo não. Sair da Matriz de Controle não é se tornar um ser de luz e só falar de espiritualidade, deixando de conviver ou desfrutar das coisas que te dão prazer. Sair da Matriz de Controle não é passar seu tempo ditando regras e apontando o dedo para quem não está nem aí para o fim do mundo. Sair da Matriz de Controle não é olhar o mundo da janela, achando que já está em outra dimensão.

Sair da Matriz de Controle:

1) É impossível, pelo simples fato de estarmos num corpo físico sujeito às leis naturais e às leis da sociedade. Mesmo que você viva de luz, continuará a pagar para viver de alguma maneira e continuará a ter RG, CPF, carteira de motorista, número do PIS… o que significa estar dentro de um programa básico, como um sistema operacional do qual você não pode escapar se quiser se manter vivo.

2) Existem diversas Matrizes de Controle interligadas que exercitam seus mecanismos de poder sobre a sociedade. E entendam que isso não significa ser algo “ruim” necessariamente. Não entendam controle como algo maligno. Controle você aceita, ou não, pois muitas vezes controle significa ordem. A matriz da tecnologia, a matriz financeira, a matriz religiosa, a matriz da doença, a matriz dos seres de luz, a matriz dos seres rebeldes, a matriz dos que acham que já estão fora matriz, etc. Uma infinidade de matrizes ou programas, dos quais só deixaremos de pertencer depois de alcançarmos um nível muito superior de consciência além deste planeta. Só depois de deixarmos de viver dentro do conceito de dualidade e formos apenas informação e luz, no sentido mais puro em termos energéticos, é que deixaremos de pertencer a alguma matriz ou cumprir com determinado programa.

3) Enquanto a humanidade continuar na luta do Bem x Mal continuará dentro da Matriz de Controle, porque justamente é através do conflito, da dualidade que a Matriz de Controle planetária existe e se fortalece cada vez mais.

É possível nos tornarmos, sim, conscientes dessas diferentes matrizes. E fazermos escolhas pautadas no conhecimento, no desenvolvimento de nossas capacidades intuitivas, no autoconhecimento. Só sairemos da Matriz de Controle planetária (1) depois que desencarnarmos. Enquanto isso, podemos questionar as escolhas que (já?) fizemos, mesmo que inconscientemente. Pois foi para isso que escolhemos viver neste mundo. Para aprendermos a cocriar nossa realidade mesmo com tantos obstáculos.

(1) A Matriz de Controle Planetária é mais uma matriz entre tantas outras. Existem outras matrizes fora do Planeta Terra, mas isso é assunto tratado em curso ou em outra oportunidade.

Se quiser saber mais sobre Matriz de Controle e se desenvolver para tomar decisões conscientes e harmônicas, conheça o Método Omrom I – próxima turma dias 20 e 21 de maio. Faça logo sua inscrição, pois as vagas são limitadas.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s