O ENGANO DAS ENCARNAÇÕES

Recentemente ouvi a pergunta:

“Mas o objetivo do ser humano não é encarnar e encarnar e encarnar para aprender?”

Não!

Imagine que você está numa determinada série do ensino fundamental. Passa para o ano seguinte, e assim por diante. Mas chega num determinado ponto quando começa a repetir série por série. Ao invés de evoluir em direção ao mestrado, por uma (des)ordem você volta para séries fundamentais e começa tudo de novo. Mas por mais que faça, se depara com as mesmas matérias, os mesmos professores, os mesmos amigos e inimigos, a mesma sala de aula.

A cada ano (vida), você não se lembra das matérias estudadas, mas guarda sentimentos, sensações, memórias escondidas nas suas células, no seu DNA. E quando vê de novo uma matéria antiga, tem a sensação de já ter vivido aquela situação. E se pergunta: Por que eu estou passando por isso?

A humanidade aceita a reencarnação como uma verdade absoluta. E não é. Como tudo neste planeta, é uma programação. Como um programa de computador, ajustado para cumprir uma determinada tarefa. Imagine um programa antigo, desatualizado, cheio de vírus e “bugs”.  Esse é o programa da reencarnação, que todos nós carregamos em nosso hardware.

Está na hora de deletar esse programa, primeiramente entendendo que o velho está obsoleto, desatualizado e causando o mal funcionamento de todo o nosso sistema. A programação da reencarnação nos dá uma ideia limitada, prendendo a humanidade à realidade física – à ideia que fazemos do nosso corpo-mente-matéria – e ao próprio planeta.

Somos seres multidimensionais, limitados momentaneamente à existência física terrena. Ao estudarmos um pouco sobre a física e sobre o mistério da criação, todos somos feitos do mesmo material das estrelas. Somos energia, vibração, frequência. Vale lembrar que a humanidade conhece menos de 5% de tudo o que existe no universo. O restante é feito de energia escura e matéria escura. Por onde flutuam nossas realidades paralelas, nossa consciência superior, nossas partículas de alma, todo o “desconhecido”. E ao ignorarmos esses outros níveis de consciência, achamos que existe apenas esse planeta, essa realidade material na terceira dimensão.

Então eu pergunto: Por que então se conformar com esse processo limitado da reencarnação?

Esse processo traz uma série de enganos. Ao reforçar contratos antigos, antigos medos, culpas, mágoas, o ser humano se afunda cada vez mais em negatividade, ao invés de buscar sair dessa matriz em direção à sua ascensão. Em direção à sua consciência superior – entendida como Eu Sou, Mônada e Supra Mônada, até que finalmente ele se funda com a Fonte que Tudo É, ou o próprio Criador, como muitos preferem chamar. Só que por uma série de questões, ficamos presos à Roda de Samsara, que é a roda encarnacional. E fomos profundamente enganados, achando que isso era bom.

O que a espiritualidade está nos avisando neste momento, é para deixarmos os velhos padrões definitivamente para trás, e buscar através da consciência individual, da busca interna pela sua conexão com o divino e iniciar o caminho de volta à Fonte.

O programa da reencarnação precisa ser apagado e instalado um novo programa: da ascensão da alma. Esse novo programa está conectado com o Big Data, com a Fonte que Tudo É. Ele é um programa maravilhosamente inteligente, porque não se conecta a essa matriz de controle, velha, gasta. Mas sua conexão se faz através de um conector que todo mundo já tem, mas usa de maneira errada. O plugue que existe dentro do coração feito de cristal de Luz, nossa Chama Trina, que precisa ser programado para essa nova função.

A gente já passou muito tempo repetindo de ano e essa história já está muito chata. A escola se deteriorou e está a ponto de desmoronar, os professores estão indo embora, a merenda acabou e os alunos estão se matando, porque não tem espaço prá todo mundo.

Que tal repensar essa história toda e tomar a consciência de que evoluir e ascensionar é algo bem diferente do que fomos ensinados a acreditar?

  • Infelizmente muitos “terapeutas” estão copiando o texto ou parte dele e assinando como seu. Este artigo pode e deve ser compartilhado sem restrições, desde que o compartilhamento seja ético citando a autoria e a fonte: Eliana Rocca – http://www.terapeutasquanticos.com

→ Conheça mais sobre o Método Omrom e como reprogramar seu sistema de crenças.

→ Saiba como o atendimento com a Cura Quântica Estelar pode auxiliá-lo no desbloqueio de padrões limitantes.

42 comentários sobre “O ENGANO DAS ENCARNAÇÕES

      1. Eliana, existem duas correntes de pensamento nu mundo acerca da teoria da Reencarnação, que é atrelada a idéia de karma. Ninguém pode entender de reencarnação dos espíritos se não tiver atrelado a ele a doutrina do Karma. Ambas são interdependentes uma da outra e que dar todo o sentido da evolução dos seres. A filosofia espírita de Allan Kardec apregoa que nós temos um Eu individual permanente que hora está neste mundo material, hora está no mundo antimaterial (espiritual). Ou seja o ser espiritual não deixa de existir com a dissolução do corpo material para os kardecistas.

        Já no budismo , não é aceita a Teoria da Reencarnação desse Eu individual e permanente, porque o budismo diz que há a impermanência. Para eles não temos uma alma individual fixa e permanente , mas todo um conjunto de processo que chama ekandha (agregados). fazem parte desse agregados que compõe o Ser: 1- O corpo físico, 2- As sensações, 3- As percepções, 4- As formações tendenciais(volições), 5-A Consciência. para o budismo não há um ser que chamam de alma ou Eu individual permanente. O pensamento budista é que há o Renascimento , que é diferente de Reencarnação. Parecem idênticos em suas essências , mas não é, salvo na questão do karma. os budistas parecem ser mais lógicos nesse ponto.

        Curtir

      2. Prabhu, agradeço os comentários, mas meu objetivo não é comentar ou criticar qualquer linha filosófica ou doutrina. Cada uma segue uma linha, baseada nas referências históricas, sociais e dentro dos objetivos dos líderes que comandavam determinada doutrina. Vale que cada um estude e faça seus próprios questionamentos, tirando para si o que for proveitoso. Recomendo a todos que continuem sempre questionando, buscando sua verdade individual, sem medo ou culpa de mudar de ideia ou posição. Particularmente, não sigo nem recomendo nenhuma linha ou doutrina específica. Mas sim, que cada um saiba que é livre para escolher o que quer ser e como quer seguir seu caminho depois de desencarnar. Basta ter consciência e decretar-se livre e cocriador de sua própria existência além do corpo físico. (Y)

        Curtir

  1. Realmente muito esclarecedor e nos faz abrir os olhos – muitos conhecidos meus estão “adormecidos” vivendo nesse sonho fantasioso e sinto-me impotente para levar a verdade tão obscuramente oculta – agradeço por esse texto pelo qual ajudará aos “dormentes” (claro que darei os devidos créditos)

    Abs e Parabéns!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Márcia, se você se cadastrou na aba “seguir” do site, você irá receber em seu e-mail as atualizações do site. E para quem assinalar o box “sim, quero receber…” a gente envia uma newsletter mensal. Em qualquer momento você pode alterar as suas opções de recebimento de notificações. Te afirmo que em nenhum momento utilizamos listas externas de mailing ou cadastramos ninguém contra sua vontade. Como publicitária por mais de 20 anos sei exatamente o que isso significa e somos totalmente contra o envio de e-mails sem que a pessoa tenha solicitado. Beijo e obrigada pelo seu contato!

      Curtir

  2. Prezados, desculpe a ingnorância de meu pensamento. Mas se não existe reencarnação, as pessoas são livres para cometerem sempre as mesmas injúrias que sempre cometeram a outros, e ficará livre e impune ? Como elá irá arcar com as consequências de seus atos ? Este não é um mundo de provas para o progresso e aperfeiçoamento do espírito de forma a que possamos após nossas sucessivas correções aqui, alcançarmos o direito de evoluir para outros mundos de mais progresso ?

    Curtir

    1. Olá Marcos, obrigada pela pergunta. Esse espaço foi criado justamente para que questionemos de maneira livre, sem receio do “certo ou errado”. A ideia do Bem e do Mal é um conceito humano. Para tentar te responder, te convido a fazer uma projeção, um exercício imaginativo. Somos 7 bilhões de seres humanos encarnados neste planeta, mais um número incontável de almas e seres vivendo em diversos níveis de consciência, imaginando todas as civilizações antigas, almas que estão no planeta há algumas centenas de milhares de anos interagindo conosco dentro do que podemos chamar de órbita da Terra. Vamos dar um número hipotético qualquer, só para quantificar – 100 bilhões. Deste número, imaginemos que 10% já ascensionou para outros mundos, outros estágios de consciência. E todo o restante está preso à ideia de que apenas no planeta Terra é possível ter essa experiência de aperfeiçoamento do espírito, como você bem mencionou. Imagine que essas almas tenham todos os motivos para continuar presas aqui – desde boas intenções de ajuda planetária, resgatar amigos e parentes, reviver ou viver uma experiência, até cobrar dívidas, se vingar, etc. Sem mencionar o número de almas que não têm essa consciência e estão presas a ilusões achando que não têm condições de evoluir.
      Muito bem. Olhando agora para o Planeta Terra, que é um ser vivo, com consciência e que está passando por mudanças profundas. Até quando o planeta vai suportar essa carga e responsabilidade em ser um mundo de provas e ainda suprir nossa existência? Continuando no exercício imaginativo, boa parte dessas almas que irão ainda ter experiências no planeta terra em corpo físico daqui 100 anos, dificilmente irão encontrar as mesmas condições que eu e você estamos vivendo. Sendo realista, o planeta não suporta 7 bilhões. Cientistas afirmam que as condições de vida ideal neste planeta, para que ele pudesse se recompor naturalmente, seriam de até 1.5 bilhões de seres humanos. Pois bem. Para se evoluir para mundos de mais progresso basta querer. Basta ter a consciência de que a nossa jornada deve continuar. Como um filho que sai da casa dos pais e vai construir uma nova vida. O bom filho sempre será grato e irá cuidar com carinho dos pais, mas seguirá sua vida. O que estamos propondo aqui não é abandonar o barco, mas continuar a jornada. Esse direito de evoluir não vem da punição aos “maus” atos, mas da consciência, do perdão a si mesmo e aos outros, ao desapego de padrões viciados e dogmas. Cada indivíduo é responsável pelos seus atos, pensamentos e sentimentos, buscando um estado mais harmônico, que irá refletir em todos à sua volta.

      Curtir

    2. Nunca entendi esse lance de aperfeiçoamento do espírito….Essa coisa pra mim de evolução é uma prisão…como poderemos evoluir se não nos lembramos de nossas vidas passadas????…como aprender com erros que não sabemos que comentemos?????…Acredito que o ser Humano já é evoluído pelo simples fato de vir de Deus….como algo que veio de Deus pode não ser absoluto perfeito???? Nós só temos que nos dar conta da divindade que carregamos… Pra mim a encarnação é uma prisão que nos afasta e nos cega da verdade…a verdade que somos perfeitos e evoluídos.

      Curtir

      1. Oi Vanderson, concordo com vc que o processo de reencarnação pode ser e é uma prisão para muitos. No entanto, não acredito na perfeição. Nem na perfeição divina, e muito menos na humana. Estamos falando de aprendizado, evolução através das experiências, do conhecimento, do crescimento individual. Assim como a criança que aprende a andar, falar, comer, fazer escolhas, nós adultos também deveríamos continuar a desenvolver nossas capacidades mentais, espirituais, psíquicas. Mas são poucos os que têm coragem de sair da caixa e continuar esse aprendizado. Não existe perfeição divina, porque imagine o Universo desde sua origem. Quantas galáxias já foram criadas e deixaram de existir? Quantos mundos foram extintos antes mesmo de terem se desenvolvido? E o planeta Terra? Quer coisa mais caótica? A experiência divina também envolve expansão, movimento, aprendizado. (y) Carregamos o Todo dentro de nós e cabe a cada um desenvolver essas qualidades divinas, da maneira puder ou souber.

        Curtir

  3. Vou amadurecer a informação. Mas acredito na perfeição do Universo e na evolução de tudo e de todos. Penso q estamos onde e com quem precisamos estar. A reencarnação é sim, uma escola divina, onde temos a oportunidade de aprender (por amor ou pela dor) e então, passar p/ a próxima etapa. Se repetimos o aprendizado é pq não aprendemos. Um aluno não repete de ano se já aprendeu todas as lições. Sim, essa chavinha, no nosso coração, existe ! E é linda ! Poucos conseguem ativá-la. Qdo ativada, a conexão c a Divindade se aflora, e nos reconhecemos como ser de luz e a necessidade de buscar Deus dentro de um templo, cessa. Mas p/ descobrir essa chave, haja amor, sensibilidade e informação. Enquanto isso, vamos amadurecendo, lentamente, na labuta linda do dia a dia (e q nós reclamamos tanto), pq na pele, não é tão prazerosa assim, mas é necessária. A Evolução chega p/ todos, seja por meio de inúmeras reencarnações, seja pela ativação da sua chave crística. A nós, resta a incessante Gratidão, à esse Universo Perfeito.

    Curtir

    1. Oi Aline, obrigada pela linda mensagem. Concordo com você, sem dúvida nenhuma. Mas como questionadora que sou, tento pensar de maneira não linear. Observando o conceito Hermético, a Lei da Correspondência: “O que está em baixo é como o que está em cima, e o que está em cima é como o que está embaixo”, entendo que o Universo não é perfeito. Assim como o processo da reencarnação não é. Especialmente porque a cada encarnação nos é tirado o direito de lembrar. De qualquer maneira, agora é o momento de questionar e buscar a verdade interna, a ativação da chave crística como vc disse. E seguir a jornada pelo conhecimento e reconexão da alma. Bj e muito obrigada pela reflexão!

      Curtir

  4. Mas aí é que surge a minha dúvida entre duas correntes de pensamento. Deixamos de lembrar, segundo a doutrina Espírita Kardexista, para que isso não influencie no processo de nosso progresso espiritual, de forma a que um dia, devido a nossos aperfeiçoamentos alcancemos mundos mais evoluídos, e sem ficarmos presos no mundo atual, a não ser que sejamos designados para alguma missão, e que nem todos os espíritos superiores permanecem aqui, mas apenas os designados, não haveria então um acrescimo exponencial na presença dos hipotéticos 100 bilhões de almas no entorno de nosso planeta, concorda ?

    Abraços e obrigado pela nossa conversa

    Curtir

    1. Oi Marcos, tem razão. O número de almas deve superar e muito a casa dos trilhões. Desculpe, eu não conheço a doutrina Espírita a fundo, nem sou seguidora de qualquer outra doutrina. Ao longo dos últimos anos, entendi que o mundo espiritual não é tão organizado como fomos levados a crer, e que é fundamental que cada um questione justamente os dogmas que nos prendem aqui, como a visão que temos de estar cumprindo uma missão. Procuro pensar em propósito, porque missão me parece algo imposto, ao contrário de algo escolhido, desejado. Já que vc se interessou pelo assunto, recomendo uma leitura bem mais aprofundada e reveladora: https://rodrigoromo.com.br/2015/12/11/a-ilusao-das-encarnacoes/
      Abraço!

      Curtir

    2. Gostei de tudo que li. Eu sei que sou imortal e creio nas reencarnações sucessivas para a evolução do espírito. Considero-me espiritualista, creio nos espíritos e já conversei com vários deles, através de minha esposa que é médium de incorporação.
      A verdade até agora ainda não nos foi revelada porque não entenderíamos. Porém estão nos contando aos poucos através de mensagens. Muita coisa ruím está por acontecer durante a transição planetária quando passaremos da 3ª dimensão para a 5ª dimensão. Aguardemos. Abraços a todos.

      Curtir

      1. Nilton, como o meu papel é questionar tudo, será que os espíritos não respondem porque talvez eles não saibam? Os nossos amparadores estão diretamente conectados às nossas crenças e emanações psíquicas e crescerão e evoluirão à medida em que cada um de nós também evoluir. Muitos estão presos aos mesmos dogmas e crenças que nós, seres humanos encarnados. Prá pensar, ok?

        Curtir

  5. O meu espírito (alma, consciência, mente… sei lá) deve ser, sem dúvida, muito ignorante! Sou só eu que acredito que nascemos, crescemos, reproduzimo-nos e morremos… UMA ÚNICA VEZ?! Não, a vida não é nem um programa de computador e nem um jogo, em que morremos várias vidas mas ainda nos restam umas quantas para chegarmos ao último nível. Não me interpretem mal, cada um acredita no que quer ou no que consegue… Mas será que não seriamos todos mais felizes se aceitássemos finalmente que somos mortais, que não voltamos de forma alguma à vida depois de mortos e deixássemos esse grande sonho/paranóia da imortalidade?! Paz e amor para todos!

    Curtir

    1. Olá Margarida, sem dúvida, cada um é livre para acreditar no que seu coração mandar. Mas quando temos diversas evidências e estudos sérios provando não só a existência da reencarnação, mas de realidades paralelas à nossa, escolher não acreditar não se torna uma opção para quem está em busca da verdade. Não como paranoia ou fé cega, mas um questionamento constante com base em informações reais baseadas em experimentos com comprovação científica. Mas cada um é livre para se aventurar na busca pela espiritualidade a seu tempo e a seu modo. (y)

      Curtir

    1. Oi Luciano, primeiro é importante questionar alguns conceitos, que podem estar criando barreiras ao entendimento do que é ascensionar. O caminho natural da alma é a ascensão, bastando desencarnar para que a alma siga seu curso de volta à Fonte Primordial, ou sua origem. Como alguns grupos ao longo dos últimos 500 mil anos da evolução terrestre tiveram que criar regras e maneiras para organizar, selecionar e direcionar os seres humanos para fazerem o que eles achavam correto, nos ensinaram a crer que é necessário encarnar infinitas vezes. E com isso ficamos presos a uma roda sem fim. Chegou a hora de conscientemente quebrarmos com essa programação. Basta que cada um entenda que é livre para escolher entre encarnar neste planeta, ou seguir seu caminho pelo cosmos, continuando seu aprendizado em outras esferas e dimensões. Ou seja, basta escolher conscientemente.

      Curtir

  6. Esse processo traz uma série de enganos. Ao reforçar contratos antigos, antigos medos, culpas, mágoas, o ser humano se afunda cada vez mais em negatividade, ao invés de buscar sair dessa matriz em direção à sua ascensão. Em direção à sua consciência superior – entendida como Eu Sou, Mônada e Supra Mônada, até que finalmente ele se funda com a Fonte que Tudo É, ou o próprio Criador, como muitos preferem chamar. Só que por uma série de questões, ficamos presos à Roda de Samsara, que é a roda encarnacional. E fomos profundamente enganados, achando que isso era bom.

    *****************************************************************************************

    Esta teoria não é nova ,parece ser budista ou pelo menos é paralela a concepção budista , onde não há nem um EU que seja fixo e constante, não há nenhuma alma espiritual fixa em si mesmo que se reencarna. Os budistas não aceitam a teoria da REENCARNAÇÃo, . Eles dizem que há o RENASCIMENTO, que é diferente do processo da REENCARNAÇÃO, pelo fato de quem reencarna é uma alma individua fixa.Vai de encontro as idéias reencarnacionistas onde há a presença constante de um EU INDIVIDUAL. Os budistas dizem que tudo são apenas um processo sempre em mutação e que somos TODO um conjunto de agregados que os budistas chamam de SKANDHAS . Ou seja o Ser é a totalização de 5 agregados, sendo um material e os outros 4 psíquicos que são: ****
    1- O corpo físico com todos os seus mecanismos,
    2 – As sensações
    3- As percepções ,
    4- As formações tendenciais ( volições) e
    5 – A Consciência. Todos esses 5 fatores sofrem mutações a ca momento e estão ligados somente pela Lei causual.
    Os budista não vê o ser como um entidade permanente chamada Alma ou Eu, mas como todo um conjunto de processos de toda existencial fenomenal ( insatisfação, Impermanência, impessoalidade) é impermanente, sujeito ao sofrimento e destituído de qualquer substãncia ou ego permanente. Dizem eles quando uma vida chega ao fim, o processo ainda continua, levado adiante, para uma nova existência. As atividades de tendências (volições) boas ou más da vida passada, então, produzem seus resultados: as boas ações produzindo a felicidade, e as más ações, miséria. A atividade da volição em pensamento, palavra e ação é chamada de Karma e em cada vida estamos cumprindo esse processo dual (causa e efeitos0; somos. de uma só vez, os passivos sujeitos dos efeitos das nossas ações passadas e os ativos criadores de novo karma que,por sua vez, dará frutosd aqui, ou no futuro.
    Por alguns processos, que só poderemos entender inteiramente quando tivermos, nós mesmos, alcançado a iluminação.. a força invisível gerada pela mente, quando ela se liberta do corpo material e é projetada para além da morte, agarra-se aos elementos do mundo material e deles, pelo processo natural da geração, molda uma nova forma de vida.. Os elementos estão sempre presente no mundo físico, e entram juntos na disposição exigida quando tem lugar a concepção. É contudo a mente – o fator pouco conhecido e invisível que dar nova existência a sua individualidade. Essa força mental gerada pode ser comparada à lei da gravidade, que opera sobre os corpos materiais sem qualquer agente material de conexão, ou à força de eletricidade que, viajando invisivelmente, desde sua origem, produz uma variedade de diferentes resultados, de acordo com o modo de transformação que sua energia sofre.. Ambas essas forças dominantes, imperceptíveis na esfera física – exceto quando avançam para atuar através da substância material -, ainda, tem sentido mais real que a matéria por elas influenciadas: assim é o caso também da energia mental que anima os seres vivos.
    Os ensinamentos budistas são contrárias ao Materialismo que sustenta a idéia de que a mente é um subproduto da matéria, o budismo mostra fora de discussão que é a mente que precede as formações materiasi e as formas de acordo com sua próprias naturezas e tendências. Este ponto deve ficar bem claro, porque nele acha-se a resposta que o budismo dá aos erros materialistas de nossa era.

    FONTE : DHAMMAPADA ( caminho das Leis – Livro das Oitavas )

    *********************************************************************

    Já na filosofia Espírita e alguns outros Reencarnacionistas dizem que todos nós temos um EU INDIVIDUAL e de que de acordo com as nossas ações boas ou más , geramos os seus respectivos efeitos ( bons ou maus) KARMA. O Karma em si, ou seja A Lei em si, não é bom nem má, ela é imparcial, essa Lei é apenas um processo universal. Dizem os Hinduístas que TODOS nós somos fadados a ação e que a Não-Ação seria também Ação ( espiritualmente falando) porque está gerando Karma ou consequências .Não é possível livrar-se da reação só porque se deixa de agir, nem pode alguém atingir a perfeição só porque praticaa renúncia. TODOS são irremediávelmente forçados a agir segundo as qualidades que adquirirem dos modos da natureza material Rajas, tamas e Sátva ou sejam ; movimento, inércia e equilíbrio ); portanto, ninguém pode deixar de fazer algo, nem mesmo por um momento. ” – BHAGAVAD GITA CAP. 3 VERSOS 4 e 5. Nós é que criamos as condições ou consequencias boas ou más provenientes da má interpretação da má observância que fazemos de nós mesmos , seja nas ações, nos pensamentos, nas emoções, nos atos. Como toda causa tem de haver um efeito nós criamos efeitos das causas que geramos. mas esse processo não ocorre somente nos seres, mas em toda existência material, sendo que o tal processo é condizente com a situação em que esses sistemas se encontram.
    Dizem os espíritas que não há como separar Karma ( Lei de Açãoe reação ou causas e Efeitos ) da Reencarnação. Dizem eles que somente numa só existeência o ser não consegue trancender certos padrões de comportamentos, modos de pensar, sentir, emitir emoções …Eles se apoia no axioma de que ” A NATUREZA NÃO DAR SALTOS, e que todos nós ( o espírito foram criados simples e ignorante) mas que com a evolução e pelo livre arbítrio todos nós vamos evoluindo. Uns evoluem mais e mais, outros estacionam. Mas quando outros decaem é devido a certos padões que ficaram no suconsciente do ser e de que não foram resolvidos e transcendidos da maneira correta, ou seja , o ser não viveu na consciência plena.
    Os esp´riritas creem ao contrários dos budistas que há um EU fixo Individual que encarna neste mundo físico , depois desencarna( saida do corpo material pro processos naturais, velhive, doenças ,acidentes ) , volta para um plano antimaterial levando somente s sua contraparte invisível que chamam de períspirito ( corpo espirituial onde levam todos os resultados das ações cometidas para depois retornaram ao plano físico e dar prosseguimentos as suas missões com a finalidade de evoluir mais e mais.
    Apoiam -se os espíritas nos ensinamentos do Cristo que dizia que é sempre nescessário cada um de nós sempre nos ” VIGIAR “, o que seria sinônimo do que Buda falou: ” Nos observar e estar atentos ou Consciente pleno ” , o que também seria sinônimo de o que Sócrates ( filósofo grego) que dizia ” CONHECE-TE A TI MESMO, que conhecerás o Universo”, todos eles falaram a mesma linguagem para épocas diferentes, povos diferentes, mas o conteúdo e a essência são as mesmas.
    Se o ser não evolui, se sempre repete aos mesmos padrões de comportamentos , se sofre , é por causa de um problema individual de observação constante, de auto consciência de si mesmo. mas se sempre faz nescessários que aqueles que já estão adiante no caminho, no dever das matérias , ensinem e d~e exemplos pra´ticos para aqueles que ainda estão atrás no caminho, ou seja , aquilo que Jesus o Cristo falou:******************************“Não há ninguém que, depois de ter acendido um candeeiro, a cubra com um vaso ou a coloque sob uma cama; mas a põe sobre o candeeiro a fim de que aqueles que entrem veja a luz; porque não há nada de secreto que não deva ser descoberto, nem nada de oculto que não deva ser conhecido e manifestar-se publicamente”. (São Lucas, cap. VIII, v. 16 e 17)

    Curtir

    1. Olá Prabhu, obrigada pelas ricas referências e informações. Certamente objetos ainda de muito estudo e pesquisa. Para tentar simplificar a questão da individualidade da alma (ou não), imagine que a alma é um fractal de um Eu Sou, que consiste de um grupo de almas que possuem consciência individual. Ao desencarnar, esta alma individual, em seu processo de ascensão, deveria se fundir com as consciências de seus outros fractais, que estão em ressonância ou no mesmo nível de consciência, com o objetivo de fundir experiências e conhecimento. Neste momento, a alma deixa de ser individual, mas a soma de suas consciências irmãs. Quanto maior for o nível de ascensão, mais consciência essa alma (ou conjunto de almas) terá, até que se funda finalmente com o seu Eu Sou. E, por consequência, o Eu Sou deve retornar à sua Mônada, que é a consciência superior que gerou diversos Eu Sou para completarem um determinado ciclo de experiências em planos mais densos ou materiais. E finalmente, cada Mônada deve retornar à sua Supra Mônada e assim, consecutivamente, até que nos fundamos à Consciência maior, que é a Fonte que Tudo È. Isso explicaria porque algumas filosofias entendem a alma como individual e outras como coletiva. O budismo enxerga o ser humano como um ser mais integrado à tudo o que existe, o que é correto e faz todo o sentido, quando entendemos o processo de fusão de consciências e experiências, com o objetivo da ascensão. Infelizmente, a maioria das religiões fazem exatamente o contrário do que Jesus disse no versículo que vc muito bem mencionou (gratidão!), que é cobrir e manter oculto o conhecimento, justamente para manipular e manter a grande maioria da humanidade no escuro. Agradeço imensamente as informações compartilhadas e desejo a você muita paz e luz na sua caminhada. (y)

      Curtir

  7. Quanto mais estudo mais duvidas eu tenho, sendo assim ao invés de resposta deixo perguntas.
    Até que ponto os reptilianos dominam a 4º dimensão?
    Uma pessoa com uma certa consciência pode ser obrigada a reencarnar ?
    O mais importante dos conhecimentos é o amor, sem ele todos os outros perdem a importância.

    Curtir

    1. Oi Pedro, não entendo essa fixação pelos reptilianos. Existe uma infinidade de raças que fizeram parte no passado e ainda fazem parte do processo evolutivo e criacional do planeta. Seja em 3D, 4D, 5D e assim por diante. Da mesma maneira que existem seres humanos de péssima índole e totalmente negativados e outros de bom coração, assim também qualquer outra raça. Há que se estudar e não se prender a definições pré concebidas, que podem levar ao erro. E ninguém é obrigado a reencarnar. Se você não quiser mais, basta decretar assim e buscar elevar sua frequência, para que vc alcance níveis mais elevados de consciência, através de bons pensamentos, fazendo o que é justo e bom. O resto é com você. Certamente, sem amor, tudo fica sem sentido. Só que entenda que amor significa universalmente harmonia. E não essa coisa piegas e sem fundamento que muitos pregam, mas não sabem o que estão dizendo. (Y)

      Curtir

  8. Estamos aqui para experienciar, e não para passar por diversas encarnações só para aprender a ser bom, cai nesse ciclo “como dizem roda de samsara” quem cria isso pra si… como qualquer outra crença a pessoa acaba cristalizando e se tornando real pra ela, por esse motivo temos que quebrar esses dogmas e pré-conceitos, inicia-se um novo ciclo no planeta e esta na hora da humanidade começar a acordar e sair de suas prisões mentais.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olha, noque diz respeito ao processo de reencarnação citado pela doutrina Espírita, esse texto simplesmente não tem lógica. Ninguém reencarna “na mesma série”. Ante a lei da reencarnação, existe a lei da evolução, uma das mais benéficas leis divinas…É sempre bom sabermos um pouco mais antes de falar sobre determinado tema.

    Curtir

    1. Jader, agradeço seu contato, mas o que o texto sugere é que a mesma “série” é o planeta Terra. O planeta deveria ser uma pequena passagem na história encarnacional da alma, mas se tornou uma prisão para a grande maioria. E desculpe, mas não sigo em absoluto qualquer doutrina. E o objetivo do texto e do nosso trabalho é que as pessoas sejam livres de dogmas e saibam determinar seu caminho questionando livremente as doutrinas estabelecidas e façam suas escolhas através de sua própria consciência.

      Curtir

  10. OLÁ!DEVO LEMBRAR…QUE O PROGRAMA SERÁ ATUALIZADO E OS ALUNOS QUE NÃO AMADURECERAM PARA UMA VIVENCIA HARMÔNICA CONSIGO E COM O TODO, SERÃO RELOCADOS PARA OUTRO ORBE, MAIS DE ACORDO COM SUAS NECESSIDADES…OS ALUNOS QUE VIEREM PARA TERRA, E OS QUE AQUI PERMANECERAM IRÃO DESFRUTAR DE UMA EVOLUÇÃO CONSCIENTE E PODERÃO LEMBRAR QUEM SÃO E PODERÃO EVOLUIR DE FORMA CONSCIENTE, RECORDANDO DE TODA BAGAGEM QUE POSSUEM…

    Curtir

  11. Texto absurdo. Pelo visto não entende nada de reencarnação. E dizer que a vida é “programada” pelo planeta. Com que base pode ser esclarecidos esses “dizeres” ??? Por que a reencarnação é um processo limitado ??? Esse texto todo é quase uma “teoria do caos”.

    Curtir

    1. Oi Vitor, obrigada pelo seu contato. De verdade, meu objetivo não é dar respostas prontas, mas criar questionamento, dúvida, para que cada um, ao se sentir instigado, vá buscar suas próprias respostas. Se você está confortável com a programação que segue, bom prá você. Eu entendo a reencarnação como uma programação (nem boa nem ruim), que deveria ter uma função por um tempo limitado. E não essa roda sem fim, criando dependência e apego ao planeta, limitando os seres humanos aos seus contratos de medo e culpa. Mas não tenho a menor pretensão de convencer ninguém de nada. Falo para aqueles que como eu estão buscando maior conhecimento e consciência. Existem referências infinitas para quem quiser buscar mais informações. Fique em paz e segue teu caminho na Luz, seguindo o que teu coração e tua intuição mandar.

      Curtir

Deixe uma resposta para Pedro Santos Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s